Contato
Home Page

 

 
Patrocínio Platinum
Patrocínio Gold
Patrocínio Silver
Apoio Institucional
Apoio Promocional
Organização

Perfil

Para fornecer subsídios aos profissionais, do Brasil e de outros países, que atuam na área de energia elétrica (empresas de energia elétrica, agências reguladoras, fornecedores de tecnologia para redes de distribuição, fornecedores de tecnologia da informação e comunicação (TIC), fornecedores de hardware, de software, de serviços, de equipamentos e materiais para redes de energia elétrica, instituições de ensino e pesquisa, governo e consultorias) com o objetivo de avaliarem o novo cenário e as experiências em desenvolvimento sobre transformação dos Centros de Operação e Controle das empresas de distribuição em Centros de Inteligência e Gestão de Serviços, cenário em que a capacitação das equipes de operadores, técnicos, engenheiros e de outros profissionais e a tecnologia são fundamentais nas ações relacionadas à recomposição dos sistemas elétricos, a InovaFocus e a RPM Brasil promoveram o CENOCON/2016 - 5º Fórum sobre Centros de Operação e Controle das Empresas de Energia Elétrica, nos dias 11 e 12 de abril de 2016, no Pestana São Paulo Hotel & Conference Center em São Paulo, SP - Brasil.

Para 2016, foi escolhido como tema central "A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DA INFORMAÇÃO COMO FERRAMENTA ESTRATÉGICA NA MELHORIA DO DESEMPENHO DAS EMPRESAS".

O CENOCON/2016 contou com a presença de 41 palestrantes, 220 congressistas, 5 patrocinadoras e 17 entidades apoiadoras.

Download das Apresentações

Para efetuar o download das apresentações do CENOCON / 2016 clique aqui!.

Retrospectiva

A organização dos primeiros Centros de Operação e Controle de empresas de energia elétrica, no Brasil, se deu no final dos anos 20. Desde a década de 60, esses Centros de Operação e Controle vem sofrendo alterações nas suas atribuições, na tecnologia disponível, na mudança de perfil das equipes técnicas e de operadores, além dos impactos resultantes da regulação.

Na década de 70, grupos de trabalho do antigo CODI - Comitê de Distribuição, que deu origem a atual ABRADEE (Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras), lançaram as diretrizes para aquilo que seria o novo formato dos Centros de Operação e Controle das empresas de energia elétrica, para aquele período, com a nova denominação de COD - Centro de Operação da Distribuição. As mudanças efetivadas nos anos 90, principalmente na automação dos Centros de Operação e Controle das empresas, definiram o modelo atual desses centros.

A edição do CENOCON discutiu as principais tendências e desafios, tais como:

- Pessoal com capacitação multifuncional e com formação e conhecimentos especializados e difusos;
- A necessidade de interoperabilidade, interconectividade e portabilidade de sistemas e aplicações;
- Ampliação da capacidade de tratamento de informações;
- A complexidade da operação em situação de escassez hidrológica;
- Os impactos da ação dos centros de operação e controle no desempenho operacional das empresas;
- Os centros de operação e controle influenciando o desenvolvimento e a implantação das redes inteligentes.

Atualmente, existem mais de 100 Centros de Operação e Controle de empresas de energia elétrica no Brasil, onde trabalham diretamente mais de 5.000 profissionais. Esses centros encontram-se nos mais diversos estágios de maturação técnico-operativa e com configurações diversas, com grande potencial para desenvolvimento de plataformas tecnológicas modernas e integradas. Além disso, há uma crescente demanda para revisão de processos e capacitação de profissionais com perfil adequado para atuarem nos Centros de Operação e Controle do futuro. Nota-se, ainda, uma expansão acelerada de implantação de centros de operação e controle nos mais diversos segmentos, das empresas de infraestrutura, passando por empresas de serviços, chegando às cidades.

Público Alvo

Diretores, gerentes, engenheiros, técnicos, pesquisadores, professores, fornecedores de produtos, equipamentos e materiais e profissionais que atuam nos setores de operação, engenharia, planejamento, projeto, desenvolvimento de tecnologia, tecnologia da informação e comunicação, automação, jurídico, regulação de serviços públicos, P&D, em:

- Empresas de energia elétrica
- Agências reguladoras
- Fornecedores de tecnologia para redes de distribuição
- Fornecedores de tecnologia da informação e comunicação (TIC)
- Fornecedores de hardware
- Fornecedores de software
- Fornecedores de serviços
- Fornecedores de equipamentos para redes de energia elétrica
- Instituições de ensino e pesquisa
- Governo
- Consultorias
- Empresas de Infraestrutura
- Empresas de Serviços
- Outras

Perfil das Expositoras

- Fornecedores de sistemas de gestão de ocorrências e work force management
- Fornecedores de sistemas de supervisão e controle
- Fornecedores de tecnologia de informação e comunicação (TIC)
- Fornecedores de tecnologia para redes de distribuição
- Fornecedores de hardware
- Fornecedores de software
- Fornecedores de serviços
- Fornecedores de sistemas GIS
- Fornecedores de mobiliário e equipamentos
- Fornecedores de equipamentos para redes de distribuidores
- Centros e institutos de ensino e pesquisa
- Empresas de energia elétrica
- Consultorias

Conselho Consultivo

Toda a grade programática do evento foi configurada por um Conselho Consultivo, composto por profissionais de destaque em Centros de Operações de empresas de energia elétrica e universidades em todo o país, que serviu de base para a definição dos temas mais relevantes abordados no Fórum. Fizeram parte do Conselho Consultivo na edição de 2016:

Aderbal Arruda Penteado Jr
Professor / Doutor
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

Alexandre dos Santos Pereira
Gerente de Operações
LIGHT

Alexei Marcorin Vivan
Presidente
ABCE

André Augusto Telles Moreira
Diretor Executivo de Operações
ELEKTRO

Antonio Carlos Garcia
Gerente de Operação
AES TIETE

Charles Lenzi
Diretor Presidente
AES SUL e AES ELETROPAULO

Danilo Gusmão Araújo
Superintendente de Operação e Manutenção da Distribuição
CEMIG

Edson José Marcolin
Superintendente de Operações de Geração e Transmissão
COPEL

Eduardo Jose Bernini
Presidente
TEMPO GIUSTO

Gabriela Desirê Olímpio Pereira
Gerente de Operação, Diretoria O&M
STATE GRID

Jefersson Martins Cury
Gerente Executivo de Planejamento e Normatização de Operação
ELETRONORTE / ELETROBRAS

José Gomes de Araújo
Gerente do Departamento de Operação do Sistema Elétrico
COSERN

Marco Antonio Villela de Abreu
Diretor Presidente
CPFL (Jaguari, Leste Paulista, Sul Paulista, Mococa e Santa Cruz)

Mario Dias Miranda
Presidente
ABRATE

Nelson Kagan
Professor/Doutor
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

Roberto Mario Di Nardo
Diretor Técnico
QUEIROZ GALVÃO ENERGIA

Saulo dos Passos Ramos
Diretor de Operação
AES ELETROPAULO

Sergio Souto Maia Malbouisson de Mello
Gerente do Departamento de Operações do Sistema Elétrico
COELBA

Thiago Freire Guth
Diretor de Operações
CPFL

Vanildo Rodrigues Neves Jr
Gerente do Centro de Operação Integrado
CERON

Comitê Organizador

Antoninho Borghi
Diretor
INOVAFOCUS

Fernando Mirancos da Cunha
Diretor
INOVAFOCUS

João Carvalho Damas
Diretor
INOVAFOCUS

Julio M. Rodrigues
Diretor
RPM BRASIL

Download das Apresentações

Para efetuar o download das apresentações do CENOCON / 2016 clique aqui!.